Carregando

Mais de 400 mil brasileiros podem reaver dinheiro dos planos Collor e Sarney em 2023.

 Mais de 400 mil brasileiros podem reaver dinheiro dos planos Collor e Sarney em 2023.

Cerca de 470 mil brasileiros podem reaver suas perdas causadas pelos planos econômicos Bresser, Verão, Collor I e Collor II ainda este ano. Segundo levantamento feito pela Frente Brasileira Pelos Poupadores (Febrapo), a quantia pode variar de R$ 3 mil a até R$100 mil. Das 470 mil que ainda podem aderir, cerca de 70% têm direito a receber até R$ 30 mil, aponta a Febrapo. Mais de 300 mil pessoas já foram beneficiadas pelo acordo coletivo.

“É um volume significativo de pessoas que ainda podem se beneficiar e obter justiça financeira depois de tanto tempo de espera. Aderir ao acordo é a maneira mais rápida, segura, garantida e justa de finalizar o processo judicial” fala Ana Carolina Seleme, diretora-executiva da Febrapo. O valor do acordo depende do saldo base existente na data do plano, aponta a Febrapo. Poupadores, ou seus herdeiros, que esperam a resolução de processos judiciais para reaver perdas causadas pelos governos Collor e Sarney podem aderir ao acordo. Após a adesão, o dinheiro é devolvido em até 15 dias.

O acordo de adesão é voluntário e gratuito. Os poupadores que optarem por não aderir ao acordo continuam com suas ações, mas sem garantia ou previsão de ressarcimento, já que os processos estão suspensos pelo STF por prazo indeterminado, informa a Febrapo.

Como saber se tenho algum valor a receber?

Para saber se possui processo em andamento em seu nome ou em nome de um familiar que faleceu é preciso entrar em contato com a Febrapo. Da mesma forma, aqueles que já sabem o andamento do processo e que querem realizar o acordo para receber o dinheiro também devem entrar em contato com a entidade.

Quais bancos participam do acordo?

O acordo foi assinado pela Febraban (Federação Brasileira dos Bancos) e pela Consif (Confederação Nacional do Sistema Financeiro), entidades que representam as instituições financeiras.

Entre os principais bancos estão: Banco Itaú, Banco Bradesco, Banco Santander, Banco do Brasil, Banco Safra e Caixa Econômica Federal.

Da Folha/PE